Unha Encravada: O que fazer para tratar?

Antes de tudo, a unha encravada é algo muito mais habitual do que boa parte das pessoas imagina. Devido ao corte inadequado, a utilização de calçados apertados e até questões genéticas, ter uma unha sempre dolorida pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Por isso, saber a forma ideal de cuidar das unhas e impedir esse incomodo é algo que muita gente necessita aprender. Afinal, a unha encravada precisa de toda a atenção possível, pois além de uma dor muito forte localizada, se não cuidar adequadamente e a tempo a unha pode infeccionar resultando em uma série de complicações.

Por exemplo, esse descuido pode se agravar até exigir uma intervenção cirúrgica. Dá para imaginar todo esse trabalho por uma unha encravada? Então, que tal descobrir como evitar e ter unhas cada vez mais forte e bonitas?

Unha Encravada

Por que a unha encrava?

A unha encravada ocorre quando os lados das unhas crescem e entram na pele nas mãos ou nos pés. No entanto, essa é uma situação que acontece muito mais nas unhas dos pés. Geralmente, a área fica inchada e bastante avermelhada, provocando dor e desconforto, sobretudo, quando a pessoa necessita utilizar sapatos fechados o dia inteiro.

Além disso, a unha encravada ocorre mais no dedão do pé, mas pode afetar qualquer um dos dedos. Esse problema se sucede de duas maneiras: em um lado somente da unha e nos dois lados da unha. Em algumas situações, ainda pode conter inflamação.

A forma do crescimento das unhas também pode contribuir esse encravamento. A questão genética também precisa ser considerada. Caso os pais tenham unhas encravadas devido ao formato, possivelmente os filhos terão esse problema.

Como lidar com unha encravada?

Para lidar com uma unha encravada, dá para tomar algumas medidas com um resultado bastante reconfortante. Por exemplo, dá para deixar a unha encravada no pé ou na mão na água morna de molho por 20 minutos.

Posteriormente, procure erguer um pouco o lado que está danificado com uma pinça devidamente higienizada e inserir um pedaço de algodão entre a unha e a gaze visando deixar mais alta. Diariamente, esse item precisa ser substituído, após o dedo ter sido colocado de molho na água morna.

Vale salientar que esse modo é importante para quando a unha está suavemente encravada, entretanto, ainda não está inflamada. Além disso, você pode aplicar uma solução antisséptica para impedir que esse problema se agrave, chegando a ter uma infecção.

Cuidados com as unhas

Quer descobrir alguns cuidados para que a unha encravada deixe de ser um tormento no seu dia a dia? Então, confira algumas instruções para melhorar a saúde das unhas dos seus pés e mãos.

1 — Corte da Unha

Ao ter uma unha encravada, não se pode fazer o corte da parte afetada, corte em formato V e tampouco inserir um curativo muito apertado. Essas ações somente comprometem a sua unha e elevam o perigo da unha encravar em uma nova oportunidade. O ideal é que você corte de maneira reta, sem jamais fazer o corte muito curto.

2 — Calçados

Felizmente, você pode tomar alguns cuidados preventivos. Por exemplo, o recomendado é adotar calçados que não apertem os seus dedos e trocar as meias diariamente. Essa opção por usar somente pares de meias limpos efetua toda a diferença para impedir a disseminação desse problema.

Por isso, nunca compre ou passe muito tempo com sapatos apertados. Dê preferência para calçados confortáveis sempre, sobretudo, se necessita ficar com calçados fechados o tempo todo.

3 — Utensílios próprios

A ideia de contar com um profissional mais experiente no cuidado com as suas unhas pode ajudar para evitar a unha encravada. Caso você tenha a possibilidade de receber ajuda de uma pedicure, é indispensável ter uma tesoura, alicate e demais utensílios próprios. Além disso, você deve precisa fazer a limpeza e a higienização de todos os itens que serão usados antes e depois.

A profissional indicado para cuidar uma unha encravada, sendo algo bastante doloroso e desconfortável para o paciente, é chamado de podólogo. Caso a unha se apresente muito encravada, inflamada e com presença de pus e não for mais viável caminhar naturalmente, nem soltar a unha da pele, é preciso buscar por um profissional da área de saúde para avaliar o caso e indicar a melhor alternativa.

Já que desencravar a unha é um processo que necessita ser realizada de maneira correta, apropriada e sem correr o risco de agravar a unha. Sendo assim, o processo deve ser realizada de maneira a impedir a entrada de bactérias e outra sujidade. Mas, é importante reforçar que alguém que tem precisa procurar por essa assistência médica visando não comprometer a sua integridade física.

Gostaram das dicas?

Enfim, a unha encravada é algo que pode estar na vida de uma pessoa em qualquer faixa etária. Logo, esses cuidados precisam ser encarados como hábitos do cotidiano para que a chance de sofrer com essa questão caia consideravelmente. Por fim, essas ações são bem simples e podem ser assimiladas facilmente por qualquer pessoa atualmente.

Nossa intenção é a de sempre ajudar nossos leitores e aqui estamos trazendo apenas dicas que NUNCA devem ser usadas para substituir a consulta médica.